domingo, 6 de maio de 2012

Tomar pilula anticoncepcional e pecado?

Antes de mais nada, não há nenhuma Lei Mosaica q aluda diretamente a isso pelo simples fato de que na época em q a Torah foi escrita a principal obrigação das mulheres era proverem a mais ampla descendência possível a seus maridos e a infertilidade era vista como um grande castigo, e uma vergonha para a mulher. Caso alguém oferecesse a qualquer das personagens femininas da Bíblia pílulas anticoncepcionais sua reação seria: "Você está louco? Pq eu ia querer deixar de ser fértil enquanto tantas mulheres estéreis imploram por fertilidade?"

Portanto, faz-se necessário recorrer a referências indiretas para elucidar essa dúvida. Após muito ponderar cheguei à conclusão de que fazer uso de anticoncepcionais não só não é pecado como pode, a depender das circunstâncias, ser considerado o cumprimento de alguns mandamentos.

Para começar é necessário esclarecer q o recusar-se a ter filhos pode ser considerado a violação do seguinte preceito:

Gn 1: 28 E Deus os abençoou e lhes disse: «Sejam fecundos, multipliquem-se, encham e submetam a terra; dominem os peixes do mar, as aves do céu e todos os seres vivos que rastejam sobre a terra».

E a Halachá disso derivou q todo casal deve, no mínimo, ter um casal de filhos. Ter um filho de cada sexo é o cumprimento deste mandamento, não porém ter uma miríade de filhos. Então fica a pergunta: e se uma mulher casada e q já teve um casal de filhos desejar "parar por aí" e começar a tomar anticoncepcional, ela está a pecar? E caso uma moça solteira sem vida sexualmente ativa deseje fazer o mesmo, está fazendo algo q Deus condene?

A resposta é não. Vamos aos mandamentos q me autorizam a afirmar isso.

Gn 38: 8 Então Judá disse a Onã: «Case com a viúva de seu irmão; cumpra sua obrigação de cunhado, e dê uma descendência para seu irmão». 9 Onã, porém, sabia que a descendência não seria sua e, cada vez que se unia à mulher do seu irmão, derramava o sêmen por terra, para não dar descendência ao irmão. 10 O que ele fazia desagradava a Javé, que o fez morrer também.

O pecado de Onã é "derramar sua semente" (ato popularmente conhecido como coito interrompido). De forma análoga, poderíamos considerar que uma mulher adulta em idade reprodutiva q não seja sexualmente ativa esteja igualmente "derramando sua semente" sem q ela tenha possibilidade de frutificar, e que impedir o derramamento infrutífero de sua semente seria precaver-se contra cometer o mesmo pecado de Onã.

Além de impedir a concepção, o uso de anti-concepcionais é conhecido por prevenir diversas doenças, como endometriose, síndrome o ovário policístico, cólicas menstruais, TPM, displasia mamária e até câncer de mama, portanto tomá-los pode ser considerado o cumprimento da finalidade máxima da Lei:

Dt 5: 33 Sigam o caminho que Javé seu Deus lhes ordenou, para que vivam, sejam felizes e prolonguem a vida na terra que irão ocupar.

Dt 30: 19 Hoje eu tomo o céu e a terra como testemunhas contra vocês: eu lhe propus a vida ou a morte, a bênção ou a maldição. Escolha, portanto, a vida, para que você e seus descendentes possam viver, 20 amando a Javé seu Deus, obedecendo-lhe e apegando-se a ele, porque ele é a sua vida e o prolongamento de seus dias. Desse modo você poderá habitar sobre a terra que Javé jurou dar a seus antepassados Abraão, Isaac e Jacó.

Se o anticoncepcional é um agente medicinal q promove a vida e prolonga os dias da mulher, desde q nisso ela não esteja se recusando a ter 2 filhos, tomá-lo é cumprir os mandamentos acima.

Porém o mandamento fundamental é o seguinte:

Ex 20: 12 Honre seu pai e sua mãe: desse modo, você prolongará sua vida, na terra que Javé seu Deus dá a você.

Nesse mandamento não está dito apenas que os filhos devem honrar os q os precederam, mas também q todo aquele q é pai e mãe deve honrar esta relação familiar. Não só os filhos devem honrar seus pais, como os pais devem honrar seus filhos. Impedindo q nasçam filhos desonrados, ou bastardos. Propiciando-lhes as melhores condições, morais e materiais, possíveis.

Dt 23: 3 Nenhum bastardo poderá entrar na assembléia de Javé, e seus descendentes até a décima geração não poderão entrar na assembléia de Javé.

Portanto, haja visto q não há mandamento q proíba a contracepção, e havendo esse pesado ônus sobre a bastardia, Deus declara abertamente q, embora descendências bastardas não devam ser extirpadas, 10 gerações, o q dá 250 anos, são necessários para "alvejar essa mancha".

Portanto:

1 - Tomar pílula anticoncepcional de forma a nunca ter filhos sim, é pecado.
2 - Tomar pílula anticoncepcional por uma mulher q já teve um casal de filhos não é pecado.
3 - Uma mulher solteira tomar pílula anticoncepcional não é pecado, desde q isso não resulte em ela deixar de ter 1 casal de filhos, honrados, no futuro. E isso pode até ser considerado o cumprimento do dever de não derramar infrutiferamente sua semente e de prolongar seus dias.

Um comentário:

  1. Cada um que lê a bíblia fora da autoridade da igreja cria seu próprio deus.

    "3 - Uma mulher solteira tomar pílula anticoncepcional não é pecado"...

    Para que ela vai tomar pílula sem não vai " transar"?
    Seu uma mulher solteira vai transar,ela já estará pecando contra a castidade. "Sexo fora do casamento é fornicação".

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...